Seguidores

31 de dez de 2011

Governo deixa de instalar aviso de radar em estradas federais



fiscalização eletrônica

Por um lado temos a obrigação dos motoristas em respeitar as leis de trânsito, e sempre andar com a velocidade máxima permitida , e não só perto da fiscalização eletrônica. Por outro lado, sabemos que isso não é seguido pela grande maioria da população, e que o resultado disso será um recorde de multas nas rodovias federais.





Quando vi essa notícia na Folha de São Paulo imaginei logo: quantas multas os órgãos de trânsito irão faturar com essa nova ordem? 

O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), órgão do Ministério dos Transportes responsável pelas rodovias federais, não vai mais instalar as placas que sinalizam a presença de radares.

A resolução --em vigor havia mais de cinco anos-- prevê que apesar de as placas de aviso não serem exigidas, os radares não podem ficar escondidos.Por meio de nota, o Dnit informou que não vai retirar as placas já instaladas, mas que "os estudos técnicos para instalação de novos equipamentos serão adequados, dispensando a colocação de placas indicativas de fiscalização eletrônica de velocidade".
Pela nova resolução, agentes podem usar radares móveis mesmo em trechos de estradas onde não há placas com a velocidade permitida.

Pela nova resolução, agentes podem usar radares móveis mesmo em trechos de estradas onde não há placas com a velocidade permitida.

 Não é uma medida nada educativa, nem corretiva. Puramente de caráter penalizador. 

Você concorda com essa nova ordem? Porque? Você é do tipo que pisa muito em estradas federais?





Bem pessoal. Última postagem do ano. Desejo a todos um feliz ano novo, cheio de alegria, felicidade e renovação para todos nós! Abraços!