Seguidores

20 de jan de 2012

MMA - Arte ou incitação a violência?

MMA - Mixed Martial Arts, ou Artes Marciais Misturadas, é uma espécie de arte marcial que junta várias outras. e a cada dia tem sua audîência elevada no Brasil. Há regras, disciplina, mas gera pancadaria, confrontos. Seria uma arte ou uma incitação a violência?




Foi publicado na coluna do Jornal O Povo - Confronto de Idéias esse assunto. Sempre fui fã de artes marciais, principalmente MMA, e faço jiu jitsu tem pouco tempo, então foi um assunto que me interessou bastante. Até a foto escolhi cuidadosamente. Essa representou o magnífico nocaute de Anderson Silva sobre Victor Belfort, com um chute que o levou pro chão na hora. 

A questão é: isso incita a violência nas pessoas, ou é apenas mais um espetáculo e deveria ser considerado como qualquer outra arte marcial? Eu consider como qualquer outra arte, e pretendo fazer MMA um dia. Mas isso depende de cada telespectador e, inclusive, de cada lutador também. 

As pessoas que estão ali acordaram seguir regras e, fora da luta, não provocar brigas e nem ficar com ressentimentos de terem ou não apanhado no octógono. Qualquer lutador, mas principalmente um profissional, é claramente proibido de brigar. Só pode lutar, e dentro do tatame, ringue, ou octógono. No Jiu Jitsu, vejo essa disciplina, com exercícios, cumprimentos, educação e obediência ao mestre. 

Infelizmente, há pessoas que usam isso para se tornarem Pit Boys, ou seja, usam para se mostrarem e sair brigando nas ruas, disseminando violência e preconceitos contra qualquer pessoa que verem pela frente. Há lutadores que dentro do octógono levam ressentimentos. Como exemplo cito Brock Lesnar e Frank Mir, que humilham, ofendem, e ameaçam uns aos outros. 

Mas você, que já assistiu, assiste ou nunca fez questão o que acha? Qual relação que o MMA tem com sua religião, causa conflitos? E com seu estilo de vida, profissão?