Seguidores

29 de mai de 2013

Legalize já? A desinformação quanto a maconha.


Seria realmente a maconha somente uma erva natural, que não pode te prejudicar, que não faz mal a saúde e, por isso, não há motivo para proibi-la. E isso ocorre por conta da desinformação quanto ao assunto. 



No dia 26 de maio houve, aqui em Fortaleza/CE, a marcha da maconha, que reuniu mais de 300 pessoas. (Antes de tudo, acho a passeata plausível, o direito de expressão, e entendo os números preconceitos que envolvem essa questão, e sou altamente a favor da aplicação medicinal dela, que é enorme, inclusive tratando pessoas dependentes do crack que nunca usaram maconha.)

Cheguei a ser convidado, mas não fui. Pelo simples motivo: sou a favor descriminalização da maconha,
e não da legalização da mesma
. A diferença é que criminalização ocorre em relação ao usuário, enquanto a legalização ocorre em relação à droga.


Quem tem informação suficiente e ainda concorda... show! Mas muitos infelizmente ainda não tem essa informação. Então vamos a alguns pontos interessantes que podem esclarecer um pouco mais a questão. Todas as fontes do que eu disser aqui encontra-se ao final da postagem.

Maconha não causa dependência

Mentira. Causa sim, não tão quanto drogas mais pesadas, mas 9% dos usuários são dependentes. Inclusive a chance de ter dependência química na adolescência é de 15%, mesma possibilidade da cocaína. Quando falo em dependência química, lembro também que a maconha induz mudanças no cérebro que fazem com o que o indivíduo busque drogas mais pesadas, pois com o tempo não faz mais o mesmo efeito que antes, necessitando de algo mais “potente”.

 Porque ser a favor da descriminalização e não da legalização?

A criminalização lota presídios de sujeitos que não cometeram nenhum outro deslize  além de fumar, sendo impedidos de tocar a vida, arrumar um emprego por conta disso. Precisamos é corrigir o problema, e não punir. É questão de saúde pública, e não de segurança pública.

Já com a legalização... vamos à lei do mercado: atualmente temos menos droga, para muita gente procurando, com um custo alto, por conta da violência, ter de ir comprar nas “entocas”, muitas vezes nas bocas de fumo. – Droga, + Usuários, +Custo. A tendência é que o preço dela suba.

Sendo ela liberada, podendo ser vendida, muito mais gente vai poder vender, fabricar, e fumar na tranqüilidade. + Droga, =Usuários, -Custo. O preço dela cai, e a quantidade de usuários será muito maior. Legalizar incentiva o consumo, e abre margem para legalização das drogas mais pesadas também.

Então se deve acabar com a legalização do álcool também?

Não. A legalização do álcool está consolidada, plenamente aceita pela sociedade brasileira. Não se consegue nem barrar hoje os irresponsáveis que dirigem bêbados no trânsito, imagina proibir total. 75% da população hoje é contra a legalização da maconha.

Se legalizar agora, vamos ensinar as pessoas a serem mais tolerantes com a maconha. O álcool prejudica a vida de milhões de pessoas, porque agravar o problema colocando mais uma droga para isso?

Pode ser que o futuro da maconha seja a legalização, mas até lá teremos tempo para fazer algo, pensar algo, trocar os governantes. Enfim, resta esperança. 

Com a legalização da maconha, acabaremos com o tráfico de drogas.

Mentira. O consumo vai ser liberado, e a venda FORA das favelas também. Dentro delas o tráfico que manda. Inclusive é quase certa a dependência dentro, dela pois os níveis de THC (principal substância da maconha) são maiores, causam tolerância mais rápido. Isso já ocorre com o gás de cozinha, legalizado, mas que tem sua venda controlada dentro das favelas. Lembrando que hoje o pilar do tráfico é o crack.

Maconha vicia menos que álcool e é menos prejudicial que o cigarro.

Isso não quer dizer que ela não faça mal. Primeiro que você consome quatro vezes mais alcatrão e cinco vezes mais monóxido de carbono do que o cigarro. Durante o efeito da maconha, sua memória curta fica altamente prejudicada, o que com o tempo faz com que a longa também fique, por ser formada pelas curtas. Você decora um número para ligar imediatamente e... esquece.

Usuários de maconha tem o dobro de chance de adquirir problemas mentais, além de facilitar a depressão, o transtorno bipolar, esquizofrenia e o transtorno de ansiedade. O QI (com teste de memória, concentração e raciocínio rápido) chega a descer 8 pontos, uma diferença considerável.

O dinheiro usado nos impostos da maconha poderiam ser revertidos para a recuperação dos dependentes.

Você acha mesmo que o alto nível de corrupção que temos hoje, principalmente na saúde e educação, e a alta incompetência do governo em cuidar dos usuários de crack, tendo de pagar clínicas particulares, ou recorrer a entidades filantrópicas, vai conseguir esse feito?

Então é isso pessoal.. atualmente concordo com a lei quando não prende quem usa, porta pequena quantidade, armazena, etc. Acho que poderia também não prender quem planta e distribui de forma gratuita também pequenas quantidades. Mas daí aceitar a venda é outra história.

Se você depois de ler tudo isso, concorda. Ótimo, ao menos está esclarecido. Se ficou em dúvida, é bom refletir. Não se pode ir na maré se não conhece a corrente.

Todo mundo tem que ter sua liberdade individual. Se ele quer, ele pode. Se ele se deu mal, o problema é dele. 

A sua liberdade é restrita a não prejudicar ninguém, a não atingir ninguém. Nem todo mundo tem dinheiro para bancar plano de saúde ou clinica especializada. Quando sai do bolso do outro o dinheiro que banca o seu SUS, que vai tratar de suas doenças provenientes da dependência, e da própria dependência, ou quando você rouba o outro para comprar droga, sai mendigando na rua, é violento com alguém por conta do seu desespero, isso restringe a liberdade individual do outro. 

Fontes:
http://www.uniad.org.br/images/stories/LENAD_Maconha.pdf
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2010/05/trafico-e-milicias-dominam-venda-de-gasem-areas-carentes.html
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/maconha-faz-mal-sim-quem-afirma-e-amedicina/
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/files/2012/10/arte-maconha.jpg
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/06/120606_maconha_riscos_rp.shtml
http://claudia.abril.com.br/materia/descriminalizao-da-maconha-sim-ou-no-2686?p=%2Fcomportamento%2Fsociedade&pw=1
http://drauziovarella.com.br/dependencia-quimica/maconha
http://noticias.r7.com/saude/noticias/usuarios-de-maconha-temduasvezes-mais-problemas-mentais-20101005.html